No metrô

Tinha levado minha filha no médico e já estava voltando para a casa de metrô. Era hora do rush, logo nem preciso dizer que estava cheio. Um alma caridosa, raridade, me cedeu um lugar. Agradeci e sentei.

A pequena de dois anos sentada no meu colo não parava de olhar para o cara do lado. O cara tinha um cabelo cacheado, usava um cordão de contas, brinco e uma barbicha estilo bode. Eis que ela solta a pérola: “Você é menino, não é?“. Dei um sorriso amarelo, sem graça. Tentei distrair a neném, mas o cara achou graça e quis ver onde ia Sinal Verdeacabar. Ele respondeu:  “Sou sim.”

Ela continuou olhando com cara de desconfiada. E continuou: “Menino não usa brinco nem cordão!”. Eu já estava roxa de vergonha, pedi desculpas sem saber onde enfiar a cara. E o cara!? Se desmanchando de tanto rir. Claro que a risada dele foi como um sinal verde pra ela. “Você tem que tirar o brinco e o cordão agora por que são coisas de menina!”. O cara riu mais e disse que não ia tirar, comecei a distrair a pequena até que ela deixasse o cordão e brinco do cara em paz.

Mas o cara devia ser masoquista, pois quando estava para descer do metrô perguntou: “Você me acha bonito?”. Ela não titubeou respondeu na lata: “Não, você é MUITO feio”. Agora vejam vocês tinha que ser muito feio, somente o “não” não era o bastante. O metrô inteiro caiu na gargalhada e eu queria muito encontrar um buraco pra enfiar a cara e não tirar nunca mais.

Anúncios

~ por carlanascimento em janeiro 23, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: